segunda-feira, 10 de março de 2008

Memorável 8 de março


Em um discurso memorável, o presidente venezuelano Hugo Chávez aproveitou o 8 de março para apelar às FARC pela libertação de Ingrid Betancourt. O discurso foi pronunciado em Ato Comemorativo ao Dia Internacional da Mulher, realizado no Salão Venezuela do Círculo Militar, em Caracas:



"Envio daqui um pedido a Manuel Marulanda, comandante-em chefe das FARC: envia-nos Ingrid. É a única mulher que resta como refém e não há razão para a manter nas florestas da Colômbia."


Chávez falava tendo a seu lado a mãe da refém franco-colombiana e ex candidata presidencial, há seis anos nas mãos das FARC e gravemente doente, segundo os últimos testemunhos.


Antes, no regresso de uma viagem relâmpago a Cuba onde se avistou com Fidel e Raul Castro, o Presidente venezuelano referiu-se à tensão entre a Colômbia e o Equador, considerando que "o grande vencido” no desanuviamento “foi o Governo norte-americano".


"Demonstrámos ao império norte-americano e aos seus agentes na região que Cuba não é a única pronta a afrontá-los", disse Chávez à chegada a Caracas. Na origem da crise esteve o raid militar de 1 de Março por forças colombianas em território do Equador para matarem o número dois das FARC e cerca de 20 outros guerrilheiros.


Fontes: Folhapress e Elpaís.com

Nenhum comentário: