domingo, 7 de junho de 2009

Spinoza - extratos de filosofia

Baruch (Benedictus de) Spinoza, 1632-1677


"Àquele ou àqueles que detêm o poder público, é portanto igualmente impossível mostrar-se em estado de embriaguez ou acompanhado de prostitutas, fazer de bobos, violar ou desprezar abertamente as leis estabelecidas por eles mesmos e, apesar disso, conservar a sua majestade; isto é-lhes tão impossível como ser e ao mesmo tempo não ser."



Baruch Spinoza, Tratado político, p. 53 [Coleção Fundamentos de Direito]





Não precisa-se dizer que o primeiro-ministro italiano não só não leu Spinoza como não partilha de sua ética e nem de sua filosofia.



Seria querer demais...?



De qualquer forma, o extrato acima serve a todos que exercem mandado ou cargo público.

O melhor ensino se dá pelo exemplo.






Nenhum comentário: