quinta-feira, 2 de setembro de 2010

PF investiga possível desvio de recursos de marketing do Banrisul

Operação teve início nesta quinta, com 11 mandados de busca e apreensão.
Prejuízo estimado é de R$ 10 milhões nos últimos 18 meses.

Do G1, em São Paulo

Uma operação da Polícia Federal (PF) que teve início nesta quinta-feira (2) investiga possível desvio de recursos da área de marketing do Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul). Ao longo do dia, serão cumpridos 11 mandados de busca e apreensão - 10 em Porto Alegre e um em Gravataí. A operação, que leva o nome de Mercari, tem ainda a participação do Ministério Público Estadual e do Ministério Público de Contas.

De acordo com informações da Polícia Federal, a suposta organização, que seria formada por um funcionário do banco, diretores de agências de publicidade e prestadores de serviços, pode ter causado prejuízo de mais de R$ 10 milhões nos últimos 18 meses.

Segundo a PF, haveria superfaturamento na produção de ações de marketing contratadas de agências, que, por sua vez, eram terceirizadas a empresas que subcontratariam os reais executores dos serviços a preços muito menores do que aqueles cobrados do banco.

Há indícios de crimes de evasão de divisas, ocultação de bens e valores e sonegação fiscal, conforme informou a Polícia Federal.


Procurado pelo G1, o banco ainda não se pronunciou.

Nenhum comentário: