terça-feira, 28 de setembro de 2010

Pró-Sinos apresentou projeto de usina de reciclagem


Autoridades da região, ambientalistas, pessoas da comunidade e representantes do Consórcio Público de Saneamento Básico da Bacia Hidrográfica do Rio dos Sinos (Pró-Sinos), estiveram reunidos na Câmara de Vereadores de São Leopoldo para discutir o projeto da Usina de Reciclagem de Resíduos Sólidos de Construção Civil Pró-Sinos. A audiência pública aconteceu nesta sexta-feira (24).
A usina deverá ser implantada em São Leopoldo com a finalidade de atender a região do Vale do Rio dos Sinos, com recursos da Fundação Banco do Brasil. O presidente do Pró-Sinos, prefeito de São Leopoldo, Ary Vanazzi, destacou a importância do projeto, pois será uma solução para problemas com os resíduos da construção civil. “Estamos construindo coletivamente um instrumento público de abrangência regional para solucionar um dos problemas mais graves dos municípios. Em quatro anos dobrou a produção de lixo e é nosso papel buscar alternativa e solução”, destacou.
O representante da Fundação Banco do Brasil, Jéferson D’ávila de Oliveira salientou que o projeto é inovador e deverá ser uma referência para a região Sul dos País. “A Fundação Banco do Brasil iniciou o trabalho com tecnologias sociais buscando oferecer condições de melhorar a vida das pessoas direta ou indiretamente. Tivemos segurança em firmar esta parceria pela organização do consórcio, pelo objetivo de preservar o meio ambiente e ajudar as pessoas”, afirmou. De acordo com o diretor executivo do Pró-Sinos, Julio Dorneles, o convênio com a fundação deve ser assinado ainda este ano. O investimento no projeto está estimado em R$ 1,5 milhão e deverá ser liberado no início de 2011, prevendo-se sua implantação e início de seu funcionamento para junho-julho do próximo ano. A área de instalação da usina será a contrapartida do Pró-Sinos.
O prefeito de Santo Antônio da Patrulha, Daiçon Maciel da Silva, membro da Diretoria do Pró-Sinos, participou da audiência e frisou a relevância do consórcio que assegura recursos para a região visando à preservação do Rio dos Sinos e do meio ambiente, "Trazendo benefícios também para os municípios onde se localizam as nascentes do Sinos", frisou. Também compuseram a mesa o diretor do Instituto Nova Ágora de Cidadania do município de São Paulo (SP), Carlos Roberto Matos Leal e o irmão marista Antônio Cecchin.



Vanessa de Souza Bueno
Jornalista - MTb. 11.299
(51) 91 540 540/ (51) 3579 6104
Assessoria Plena de Comunicação e Marketing
Serviço Municipal de Água e Esgotos (Semae)
São Leopoldo - RS

Nenhum comentário: