sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Vai aparecer a verdade sobre Verônica Serra



"A revista Carta Capital, em sua edição que chegou às bancas no dia de hoje, em irrespondível matéria do jornalista Leandro Fortes, demonstra que a Decidir.com – empresa de Verônica Serra (filha do candidato do PSDB à presidência da República) – após conseguir de forma irregular junto ao Banco do Brasil, o poderoso e vasto banco de dados de mais de 60 milhões de cidadãos brasileiros através de acordo operacional com aquela instituição oficial, durante o governo de FHC, disponibilizou-os em seu site. Informações de cadastro do Banco Central do Brasil, também estavam para a filha de Serra e sua empresa venderem a seus eventuais clientes. O presidente do BC à época era o tucano Armínio Fraga." (trecho extraído do blog sejaditaverdade.net)


Apesar de todo o choro de Serra, ainda não deu pra entender que sentido teria para o PT ou a Dilma, quebrar o sigilo da filha do oponente-que-já-foi-pra-lona? Rídiculo. Quando foi usado por Dilma ou pelo PT qualquer dado sigiloso de Verônica Serra ou de qualquer familiar ou aliado de Serra na campanha eleitoral, antes dela ou durante ela? E que benefício isso teria?

Melhor seria que Serra resolvesse trabalhar e fazer campanha de verdade, mostrar o que fez o PSDB quando esteve na presidência e o que faria agora.

Mas, como já dissemos aqui em nosso blog, quando a Dilma ainda estava muito atrás do Serra nas pesquisas: o PSDB escolheu o pior candidato possível para enfrentar Dilma e Lula, afinal, o presidente tornou sonhos de milhões de brasileiros em realidade e merece todo o crédito nesse pleito. Lula escolheu a melhor candidata possível para sucedê-lo, já o PSDB escolheu o pior possível para tentar a presidência.

Vamos à luta com Dilma presidente no primeiro turno.
Para o Brasil seguir mudando.

Nenhum comentário: