sábado, 16 de abril de 2011

Brasil consolidado como potência regional: El País

El País (Madri/Es) destaca, na edição deste domingo, a atuação do Brasil como potência regional e líder através dos BRICs e do IBAS. Segundo o jornal espanhol (edição deste domingo, 17.abril), um dos mais influentes da imprensa mundial, o Brasil estreou no Perú como autêntica potência regional ao participar diretamente na campanha vitoriosa do candidato nacionalista Ollanta Humala. Este, até então, era visto como "discípulo" de seu companheiro, o presidente da Venezuela, Hugo Chávez.
El País destaca a participação direta de assessores do PT (Partido dos Trabalhadores) brasileiro e do próprio ex-presidente do Brasil, Lula da Silva. Segundo El País, o Brasil havia sido árbrito em vários conflitos regionais, como o que houve entre Venezuela e Colômbia, a crise interna boliviana (que chegou a níveis muito graves) e o golpe de Estado ocorrido em Honduras (que derrubou o presidente constitucional, Manuel Zelaya, em 28 de junho de 2009).
A agenda da presidenta Dilma, articulada aos BRICs (Brasil, Rússia, Índia e China) e ao IBAS (Índia, Brasil e África do Sul) também tem ampla e destacada cobertura por El País. Outro tema, interno ao Brasil e extremamente polêmico, da mesma forma é tratado por El País: a presidenta Dilma pretende revogar leis editadas nos governos de FHC (1995-2002) e Lula (2003-2010) que dão proteção e impedem a o acesso aos arquivos da Ditadura Militar brasileira (1964-1985).
O jornal espanhol comenta o fato de a presidenta Dilma ter participado da resistência armada contra a ditadura.
"Prefiro o ruído da imprensa ao silêncio das ditaduras". Presidenta Dilma Rousseff
Foto: Reuters/ElPaís.com

Nenhum comentário: