segunda-feira, 25 de abril de 2011

Região do Vale dos Sinos: dois fins de semana sob temporais

Nossa região foi por dois finais de semanas consecutivos atingida por temporais que não somente trouxeram imensos prejuízos materiais como causaram a perda de vidas.
Na noite do domingo, dia 17, e madrugada de segunda, dia 18, as cidades de Taquara, Sapiranga e Parobé foram algumas das mais atingidas por chuva e ventos muito fortes. Em Taquara, localizada a 73 km de distância de Porto Alegre, no Vale do Paranhana/Sinos, mais de mil casas foram seriamente danificadas, a maioria tiveram os telhados arrancados pela força dos ventos. No município também foi registrado quedas de árvores e de muros. Ao todo, 150 famílias foram atingidas, sendo que uma delas teve que sair apressadamente de sua residência, devido ao risco iminente de desabamento. Ainda em Taquara, sete escolas públicas foram fechadas por tempo indeterminado, afetando cerca de 3.600 estudantes. Não há previsão para o retorno das aulas. Na cidade de Parobé, cidade vizinha à Taquara, o temporal atingiu 21 mil pessoas, e fez com que 10 ficassem desabrigadas. A Defesa Civil informou que 420 casas foram danificadas no município, sendo que a maioria devido à força dos ventos que provocou o destelhamento. Os ventos também arrancaram 15 postes de energia elétrica, fazendo com que o abastecimento fosse interrompido.  Em Sapiranga, a 52 km de distância de Porto Alegre, 60 moradias foram danificadas, a maioria teve os telhados arrancados pelos fortes ventos. Árvores e postes de energia elétrica foram arrancados.

Temporal se repetiu com volume de chuvas ainda maior

Novo temporal atingiu a região neste feriadão de Páscoa. Chouveu por mais de 12 horas de modo ininterrupto na região entre a noite da Sexta-feira Santa (22)  e Sábado (23). Desta vez, o temporal provocou deslizamentos na região, resultando em lamentáveis perdas de vidas. O temporal resultou em 12 mortos e milhares de desabrigados. Do total de mortos, sete são de Igrejinha, após um deslizamento que afetou seis casas. Outras três vítimas fatais, todas crianças, são de Novo Hamburgo, também atingidas por uma avalanche de terra e lama no Loteamento Kephas. As outras  mortes aconteceram em Sapucaia, por eletrocução, e em Fazenda Vilanova, após o desabamento de um galpão.

Luto oficial em Igrejinha
O prefeito de Igrejinha, Jackson Schmidt, decretou luto oficial de 3 dias em razão das sete vítimas fatais do deslizamento de terra na cidade. O ato é uma maneira de prestar solidariedade às famílias e demonstrar o sentimento da comunidade, devido à tragédia da madrugada de sábado.  As casas atingidas estavam em área regular e o morro que desabou está coberto por mata nativa.  No local, cerca de três famílias tiveram que deixar suas residências por precaução. Por causa dos grandes estragos registrados, no sábado, o prefeito decretou situação de emergência na cidade.

Repercussão internacional

O violento temporal que atingiu Porto Alegre, a região metropolitana e outras áreas do Estado ganhou repercussão mundial. Na madrugada deste Domingo de Páscoa, os temporais no Rio Grande do Sul estavam entre os principais destaques dos telejornais da BBC. O site da rede britânica também destacou as tempestades que deixaram um saldo de 12 mortos no Rio Grande do Sul.

Segundo a  MetSul Meteorologia, agências de notícias como France Press (AFP), Reuters, ANSA e DPA distribuíram notas para os seus clientes de mídia em todos os continentes informando sobre a onda de mau tempo e suas consequências no território gaúcho, o que resultou em notícias publicadas em edições eletrônicas de jornais da América Latina, Europa e outras partes do globo. 

Com antecedência, nesses eventos tão severos para nossa região, a Central de Monitoramento da Bacia do Rio dos Sinos do Consórcio Pró-Sinos alertou as autoridades vinculadas à Defesa Civil e aos Municípios, bem como disponibilizou as informações sobre os riscos de tempo severo à população e à imprensa através de seu sítio na internet: www.portalprosinos.com.br.

Lamentamos profundamente as vidas perdidas e nos solidarizamos com as famílias atingidas.

Nenhum comentário: