sábado, 28 de julho de 2007

NICARÁGUA: SANDINO HOY, SANDINO AYER, SANDINO SIEMPRE !!!




O mês de julho deve ser reservado a lembrar as lutas pela libertação de dois povos da América Latina do imperialismo norte-americano (estadunidense). "Movimento 26 de julho" foi organizado (em 1954) por Fidel Castro e Che Guevara (entre outros) para enfrentar a ditadura de Fulgêncio Batista. Anos mais tarde, no primeiro dia de janeiro de 1959, os revolucionários triunfaram, para espanto dos EUA. Em 19 de julho de 1979 foi a vez da vitória da revolução sandinista na Nicaraguá que pôs fim a um regime literalmente sanguinário (da mesma forma apoiado pela "democracia" norte-americana - EUA). Viva a independência e a soberania dos povos da América Latina! Saudações ao caro amigo revdo. Elías Argüello e a todos os nicaranguenses que hoje vivem em liberdade e democracia!


28º aniversário da Revolução Popular Sandinista
por: Ricardo Zúniga García *Adital -


Como já é tradição na Nicarágua, milhares de pessoas nos juntamos na Praça da Fé, às margens do Lago Xolotlán, para comemorar o triunfo da Revolução Popular Sandinista (RPS), culminado no dia 19 de julho de 1979. Essa data histórica abriu uma nova etapa na história da América Latina, que suscitou o apoio de setores populares em âmbito mundial, propondo uma revolução no marco da democracia com pluralismo político, economia mista, não-alinhamento e antiimperialismo, aprofundando a democracia. Finalmente, o processo foi bloqueado pela agressão estadunidense dos governos republicanos dos Estados Unidos e, em menor medida, pelos próprios erros internos cometidos ao fragor da luta. Interrompido em 1990, após uma derrota eleitoral, o espírito da revolução perdura em amplos setores do povo nicaragüense. [...]

Fonte: http://www.adital.com.br/site/noticia.asp?lang=PT&cod=28658

Sandino, Guía, Luz Inmortal !

Palabras de Daniel Ortega:

Les decía que hoy más que nunca, el pensamiento de Sandino vive en Nicaragua, en América Latina y el Caribe, cuando se han despertado estas luchas por la unidad de los pueblos latinoamericanos y caribeños. Toma más fuerza esa visión de Sandino, que escribía desde El Chipote, en el año 1927, escribía esa carta que está citada aquí, donde cita a Bolívar, y habla de que hay que seguir luchando.

Les decía aquí una frase de Sandino, que dice: “Los yanquis han buscado siempre a los peleles para que sean los Presidentes de la América indo hispana...” Yo le digo a todos estos hermanos nicaragüenses, ¡que no sean peleles de los yanquis, que piensen en Nicaragua!
Que dejen de estar trabajando por unirse los peleles, para hacerle daño a Nicaragua. ¡Que se junten para el beneficio del país! con una posición digna; yo los invito a ser antiimperialistas y pronunciarse como tales.






Nenhum comentário: