sábado, 15 de maio de 2010

Com todo respeito, mas era natural que isso acontecesse

Dilma passa Serra

Pela primeira vez, a pré-candidata do PT à presidência da República, Dilma Rousseff, aparece à frente do pré-candidato do PSDB, José Serra, em pesquisa de intenção de votos feita pelo Instituto Vox Populi, segundo o jornal Correio Braziliense . De acordo com o jornal, a ex-ministra tem 38% das intenções de voto e o ex-governador de São Paulo, 35%. Os dois candidatos estão tecnicamente empatados. A margem de erro da pesquisa é de 2,2%, para mais ou para menos. Encomendada pela Rádio e Televisão Bandeirantes Ltda , a pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em 7 de maio de 2010, sob o número 11.266/2010.

Por todas as análises possíveis, com todas as ferramentas acessíveis, era natural que isso acontecesse. Mais uma vez o PSDB errou no candidato, trocou, no passado recente, o melhor momento de Serra pelo Picolé de chuchu, e agora que poderia apostar no Aécio Neves resolveu se penitenciar com o Serra, segundo erro, erro fatal. Pior para os estrategistas da socialdemocracia brasileira que ainda terão que decidir o que fazer com o ex-presidente-que-tentou-enterrar-o-brasil, o FHC.

Outro ponto crítico para quem quer mudar o rumo do Brasil e recolocá-lo em lugar subalterno no cenário americano e mundial foi a saída de Ciro Gomes da corrida presidencial, o que pode resolver a eleição no primeiro turno. Em política pode-se errar uma vez, mas não com a frequência com que o PSDB tem errado.

Nenhum comentário: