terça-feira, 8 de março de 2011

Dia Internacional das Mulheres


Esse dia, marcado internacionalmente como um momento de luta e reflexão pelos direitos humanos das mulheres, ficou em nosso Brasil meio encoberto pelo Carnaval. Já na imprensa internacional, o Dia das Mulheres esteve relacionado à posição das mulheres nas sociedades de culturas árabe e islâmica. O 8 de março nos lembra das mulheres submetidas a condições sociais, econômicas e culturais muitas vezes inferiores às concedidas a animais domésticos. Nesse mundo e em todos os mundos (oriental, ocidental, islâmico, cristão...), as mulheres estão e sempre estiveram na linha de frente das lutas por direitos humanos e, permanentemente, na luta pelos direitos humanos das mulheres. Pode-se até desviar-se o foco para as condições gritantemente estranhas “aos ocidentais” das mulheres nas sociedades árabes, islâmicas e orientais, mas basta olhar para os lados e veremos mulheres de todas as classes sociais e segmentos em condições absolutamente humilhantes e degradantes da condição humana. Dilma presidenta é um alento, uma inspiração e um horizonte quase utópicos de mudanças para as mulheres no Brasil. Mas, sem dúvidas, a luta é árdua e contínua.

Cristãos ou muçulmanos fundamentalistas (contrariando "fundamentos" de sua própria fé e religião) em todas as culturas, em todos os povos, têm um sádico gosto por oprimir mulheres e tratá-las como se humanas não fossem!

Viva o dia das mulheres! Viva a luta das mulheres em todas as sociedades!

Nenhum comentário: